Ronald McDonald´s

Mágico e malabarista, Ronald McDonald é o personagem símbolo do MCDONALD’S e um velho conhecido das crianças de todos os países onde a marca está presente, promovendo a rede em 25 línguas diferentes ao redor do mundo.

A história começou em 1960, quando um franqueado da rede em Washington D.C., decidiu promover sua unidade com um anúncio de televisão, veículo ainda pouco utilizado para promover restaurantes. Nessa época, ainda não havia um plano nacional de marketing para a marca MCDONALD’S e cada franquia local estabelecia os critérios com os quais gostaria de atrair o seu público. Os shows infantis, naquela época, estavam entre os programas com maior audiência, especialmente “O Circo do Bozo”, transmitido por um canal em Washington, filiado à rede de televisão NBC. O franqueado do MCDONALD’S tornou-se um dos patrocinadores do programa, vislumbrando nele o veículo pelo qual poderia atingir o seu público-alvo: as crianças. Assim, o MCDONALD’S começou a aparecer na televisão através do palhaço Bozo, que anunciava os seus produtos de uma forma nada sutil: induzindo diretamente às crianças a pedir ao papai e à mamãe para levá-las ao MCDONALD’S.

O palhaço fez tanto sucesso que passou a ser convidado a participar da inauguração dos novos restaurantes MCDONALD’S em Washington, levando sempre à formação de filas enormes em frente aos estabelecimentos. Porém, em 1963, a emissora retirou o programa do ar, alegando queda de audiência, e o franqueado perdeu aquele que se tornara seu grande porta-voz junto às crianças. Sem poder produzir sozinho o programa, o proprietário da loja em Washington decidiu criar um palhaço próprio e colocá-lo em propagandas televisivas, usando o mesmo ator que havia personificado o palhaço Bozo, William Scott.

Naquela época, o visual do palhaço era modelado por produtos do próprio MCDONALD’S: o chapéu era uma bandeja com um hambúrguer de isopor, um saquinho de batata frita e um milk-shake; os sapatos tinham a forma de pãezinhos; o nariz era feito de um copo do MCDONALD’S; e o cinto era um hambúrguer de isopor. No vídeo o palhaço retirava, como em um passe de mágica, hambúrgueres do cinto. O nome Ronald surgiu por acaso: simplesmente rimava com McDonald. Sua primeira aparição televisiva foi em 1963. Mas o palhaço só veio a ser adotado nacionalmente pela empresa em uma situação emergencial.

Em 1965, o MCDONALD’S se viu diante da grande oportunidade em participar da tradicional Parada Macy’s do “Dia de Ação de Graças”, comemorado em 25 de novembro, na cidade de Nova York – uma data especial para os americanos. Foi aí que a empresa fez sua primeira compra, nacional, de mídia televisiva. Mas, quando essa oportunidade apareceu, faltavam apenas algumas semanas para o evento, forçando a empresa à adotar os comerciais que a agência publicitária D’Arcy havia produzido um ano antes para os franqueados locais, que destacavam o palhaço Ronald McDonald. A aparência física de Ronald também foi modificada pela agência publicitária, tirando-lhe aquela roupagem extremamente comercial, com os produtos do MCDONALD’S, e lhe dando características de um verdadeiro palhaço.

Com Ronald, as propagandas veiculadas pela D’Arcy se transformaram na primeira campanha nacional da empresa, cujo tema foi “O McDonald’s é o seu lugar”, enfatizando o restaurante como um espaço de diversão, e não apenas um lugar para se comer hambúrguer. E foi assim que, desde 1965, o palhaço tornou-se nacional – posteriormente internacional – o símbolo vivo do MCDONALD’S. Somente em 1967, o MCDONALD’S nomeou-o “embaixador oficial” junto às crianças.

Turma McDonald´s

Em 1971, Ronald ganhou uma turma de amigos, que viviam na cidade de McDonaldland (A terra do McDonald), composta por Hamburglar, Grimace, Mayor McCheese, Captain Crook, Professor e Birdie, esta última introduzida em 1980. Eles se tornaram um chamariz de lucros para a rede de alimentação.

Fonte: Mundo das Marcas (copy + paste)

Alessandro Temperini (aletp)

Diretor de Criação, Blogueiro e Comerciante Virtual.

More Posts

Follow Me:
TwitterFacebookLinkedInPinterestGoogle Plus

 

  • Aline Moreira

    Poxa, que legal a história do MC donald’s . Nunca tinha lido…Sempre amei o lanche. Sou brasileira e agora moro na California. Eu assisti um filme sobre o food e acho que as pessoas convertem as coisas. Enfim,gostari de saber se o Mcdonald’S contrata ilegais para trabalhar? Estou precisando de emprego e moro pertinho de um.

  • Fernando Pacheco

    Estaria a firma Mcdonad’s interessada em patricianr com fatos a equipa de patinagem de velocodade do Roller Lagos Clube de Patinagem?

  • Fernando Pacheco

    Estaria a firma Mcdonad’s interessada em patrocinar com fatos a equipa de patinagem de velocidade do Roller Lagos Clube de Patinagem?

  • http://intensedebate.com/people/Anarco Anarco

    McDonald's = LIXO! Isso mesmo, apoiem esses capitalistas nojentos! Movimento Anarco Libertário

  • DIEGO

    MC DONALDS É LIXO !

  • http://www.google.com.br henry

    MC Donalds não é lixo é uma lanchonete em variadas partes de mundo! Isso é um Insulto!Ronald Mc donalds levantaria do seu caixão só para dar uma lição em quem pensa nisso!

  • Felipe M.c.

    Mc Donald’s Não Eh Lishoo Se naum num era a Maior empresa de fast-food do mundo…. Maas qm Trabalhaa láa sabii como eh…kkk Mc Exploraçãoo Neelees…

  • caio

    gostei muito

  • mary

    nossa eu tambem amai saber mais sobre essa marravinha do mc Donald’s informação que eu precizava para fazer meu traballho
    obrigada !!

  • bubu

    aff quero morrer

  • http://garotaperdida666.blogspot.com Reeh’

    Adorei a historia *-* Eu amo trabalhar no MC sz’