Comercial de TV raríssimo da Coca-Cola exibido nos anos 50 com Carlos Henrique, garoto-propaganda dos Supermercados Sendas, e a cantora Dóris Monteiro.

Esse post é em homenagem ao Cahuê Abatipietro do Criação Além da Conta e ao Danilo do Danilo Freitas Blog. Ambos sabem bem o por quê. ;-)

Para assistir clique no botão play [caso esteja lendo este pela newsletter enviada por e-mail, clique aqui para assistir]:

Alessandro Temperini

Diretor de Criação, Blogueiro e Comerciante Virtual.

Mais postagens

Siga:
TwitterFacebookLinkedInPinterestGoogle Plus

 

Comentários

  1. Mas ainda paira uma questão – quem é mais popular, coca-cola, amada e odiada em todos os lugares do planeta terra, ou o google, que só está disponível a lugares com eletricidade, computador e internet?

  2. roberto disse:

    Olá,

    Estamos implementando o programa de afiliados em nosso site http://www.qualityav.com.br e gostaríamos de saber se tem interesse em participar dele.

    Como o Blog tem matérias em nosso segmento de atuação, acreditamos que podemos ter sucesso nesta parceria, temos as maiores comissões do mercado e a cada venda efetuada realizada através de seu site você ganha comissão.

    Com este programa o seu site terá retorno financeiro através de espaços publicitários, ele irá trabalhar por você oferecendo nossos produtos ao seu público através de banners, news letters, ofertas, links e outros meios.

    Trabalhamos com produtos tecnológicos de ponta e exclusivos no mercado, o que da a você um grande diferencial pois vendemos novidades tecnológicas que
    ninguém tem.

    Você pode escolher quais produtos ou categorias quer expor de acordo com o perfil do seu público, o que aumenta ainda mais os seus ganhos.

    Qualquer dúvida estou a disposição.

    Atenciosamente.

    Roberto L. Motta
    Coordenador de E-Commerce
    041-3335-0629
    http://www.qualityav.com.br

  3. […] vídeos de propagandas antigas, sempre lembro do blog História da Publicidade. Depois que fiz o post abaixo sobre o comercial da Coca-cola dos anos 50, fiz uma visita por lá e me deparei com essa pérola da […]